Minha sequência de escolhas

~ 4 min read

Foto mostrando semáforo com luz verde, New York, 2015

Sou fascinado por tecnologia e computadores desde a primeira vez que pressionei um botão no teclado e imediatamente vi o símbolo sendo renderizado num monitor de 10kg. Aquilo foi incrível! Foi fantástico poder interagir com uma máquina e perceber uma resposta tão imediata. Não demorou muito tempo após aquele momento para que eu passasse a interagir muito mais, recebendo informações e aprendendo com aquela máquina, e finalmente clicando em ícone para descobrir o universo de conhecimento que estava disponível naquela tal de Web.

Mais um tempo se passou até que eu comecei a ter mais consciência do que fazia enquanto apertava as teclas e olhava para a tela e, finalmente, aprendi a colocar instruções para dar mais poder para aquela caixa mágica. Isso foi um passo e tanto, pois logo em seguida aprendi um truque novo e pude fazer o mesmo que era feito com as fontes de conhecimento que eu utilizava - aprendi a criar um negócio chamado web site! Experiência inesquecível aquela em que escrevi um conjunto de linhas que seguia uma estrutura, em seguida abri o arquivo num programa chamado navegador web e, para a minha mais agradável surpresa, lá estava o meu primeiro site utilizando uma tecnologia fantástica chamada HTML, com direito ao uso de hyperlinks! Foi um marco inesquecível! Lembro até hoje as primeiras pinceladas com HTML…

Não demorou muito para que eu me familiarizasse com essa dinâmica de encontrar conhecimento nesse universo e adicionar mais informações nesse cosmos digital. Ah, essa tal de World Wide Web me encantou! E me encantou tanto que a brincadeira de ver todo o fluxo de informação lá disponível acabou me guiando consciente e inconscientemente para as escolhas que fiz mais tarde. O início se deu com todos os cursos que fiz numa escola de informática, depois com o curso técnico de Sistemas para Internet no qual estudei enquanto quando estava no Ensino Médio. A escolha por Ciência da Computação como o curso da faculdade acabou reforçando a importância que eu havia dado a essa dinâmica de percorrer os caminhos HTTP em busca de informação.

Cada dia mais encantado com esse universo. Aprendendo mais, divertindo mais, navegando mais. Era tanta informação na WWW que as minhas escolhas levaram-me até uma galáxia nova chamada Web Semântica, onde eu comecei a aprender como organizar o conhecimento disponível no universo web a fim de permitir que as máquinas também consumissem os dados e tornassem as informações mais próximas de nós, humanos.

Depois de muito tempo eu vim a descobrir o motor que me motiva nessa incrível aventura: é a informação. A vontade de que mais pessoas acesso o universo de informação que é a Web, o gosto por criar novos caminhos e organizar a informação para que as máquinas também aprendam, a felicidade em trabalhar no núcleo desse universo contribuindo para que tudo continue funcionando e crescendo a todo vapor. Essas ações formam a motivação que criei ao longo de toda a minha vida pessoal e profissional. A sequência de escolhas que fiz desde o início, lá do primeiro site na Web, passando pela vontade de aprender e criar aplicações, desenvolver padrões e tecnologias para Web, chegar e mergulhar no mar da Web Semântica, tudo se justifica pela vontade de lidar com a informação - organizar, transmitir, processar, consumir.

A minha felicidade aumenta ainda mais quando percebo que a jornada percorrida representa apenas uma pequena fração de um caminho longínquo. Fico feliz também quando descubro mais recursos que ajudem na minha jornada. Percebi que além dos dados e números que são utilizado para transmitir informação, há um novo aspecto muito útil nesse processo. Esse aspecto foi possibilitado pelo incessante avanço tecnológico e que permite colocar as pessoas para vivenciar, presenciar e experimentar novos mundos, esses criados numa realidade formada por bits com características virtuosas.

Foi por isso que coloquei mais combustível no meu tanque de motivação e percebi que a experiência é melhor meio para transmitir e consumir informação. Conectar, portanto, pessoas ao universo virtual e fazer com que elas presenciem e experienciem cada momento é o novo combustível que me motiva e acredito que as tecnologias de Realidade Virtual contribuem para tornar essa experiência possível.

comments powered by Disqus